quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Quando eu tiver minha filha..


Quando eu tiver uma filha, vou ensinar a ela que príncipes encantados existem sim, mas não como nos livros e contos de fadas.
O verdadeiro príncipe encantado, na maioria das vezes, não tem um cavalo ou até mesmo um carro, mas isso não importa, ele vai até a sua casa a pé, só pra ver você. O príncipe encantado não precisa ter as melhores roupas ou roupas de gala pra ser um príncipe. Ele tem que tratar uma garota bem, com respeito, sem magoá-la. 
Vou ensinar a minha filha, que o príncipe deve ser gentil e tratá-la com carinho. Que o verdadeiro príncipe é fiel, não trai, não machuca o coração da princesa. Direi a ela, porém, que encontrar um príncipe é muito difícil, não irei iludi-la, como fizeram comigo.
E se ela perguntar se já conheci um príncipe, terei a felicidade de dizer que sim, e que ela pode ter orgulho em chamar o meu príncipe de PAI.





E mais, ensinarei que amizade verdadeira existe sim, que nada nesse mundo pode destruir isso, que é difícil cuidar mas prazeroso de manter, de viver, de se ter! E se ela me perguntar se eu tive uma amizade verdadeira, terei o enorme prazer de dizer que ainda possuo essa amizade e que ela pode chamar a minha amiga de Dindinha.