quarta-feira, 11 de abril de 2012

Nossos irmãos precisam da sua intercessão!



Uzbequistão

Os cristãos no Uzbequistão enfrentam muitas restrições. Presume-se que um uzbeque seja um muçulmano e viva de acordo com as tradições muçulmanas. Os cristãos sofrem pressão da família e das autoridades para que voltem ao islã.

"Quando meu marido e eu nos convertemos, tivemos de deixar a casa dos pais dele. Meus irmãos o agrediram, e ele perdeu o emprego. Decidimos nos mudar para outra cidade. Hoje lideramos um pequeno grupo doméstico de cristãos uzbeques. Recentemente, grande parte de nossa mobília foi confiscada para pagamento de uma multa por realizarmos reuniões sem registro e por termos Bíblias em casa. Da próxima vez que nos acusarem, podemos ir para a cadeia."

Ore:
• Para que os novos convertidos que estão sob pressão para voltar ao islã tenham perseverança;
• Para que os líderes da Igreja uzbeque permaneçam fieis a despeito de toda oposição;
• Louve a Deus porque muitos cristãos uzbeques estão compartilhando o evangelho. Ore para que a Igreja continue a crescer.


Afeganistão:

A pressão sobre os afegãos que deixam o islã é grande. A maioria dos cristãos agem secretamente e sequer podem possuir um exemplar da Bíblia. Os que são descobertos enfrentam represálias da família, da comunidade e também do Talibã.

"Minha família e eu estamos morando nas montanhas. O Talibã também está aqui, mas aqui é mais seguro do que nossa pequena cidade. O motivo de eu estar morando aqui é que tempos atrás tive uma visão de Jesus Cristo. Ele me disse que era o único a quem eu devia seguir. E desde então entreguei meu coração para Jesus Cristo, Tive de contar aos meus parentes e eles ficaram violentos. Minha família me disse que iria falar sobre nós ao Talibã. Agora, se eles nos pegarem, Vão me matar na hora, vão levar meus filhos e transformá-los em muçulmanos radicais e dar minha mulher para alguém."

Ore:
• Pela segurança dos cristãos afegãos que tiveram sua fé revelada;
• Para que os cristãos secretos no Afeganistão tenham acesso à Palavra de Deus por meio de programas de TV e rádio via satélite;
• Por paz, estabilidade e liberdade de religião nessa região tão problemática.


Egito

No Egito, os cidadãos recebem um documento de identidade no nascimento, que declara se são muçulmanos, cristãos ou judeus. O Estado não reconhece conversões do islã e recusa-se a permitir que os cidadãos mudem de afiliação religiosa. Os convertidos ao cristianismo enfrentam dificuldade nos aspectos legais do casamento, recebimento de herança e na educação religiosa dos filhos.

"Embora eu tenha nascido muçulmano, agora sou um seguidor de Jesus Cristo, meu Salvador. Eu quero mudar minha carteira de identidade para mostrar que sou cristão e para que possa criar meus filhos como cristãos. De acordo com a sharia (lei islâmica), não é permitido deixar o islã e tornar-se cristão. Recebi ameaças de morte por ter pedido, no tribunal, essa mudança. Até meus advogados foram ameaçados. O tribunal procura uma razão para negar o meu pedido. Estão buscando leis mais restritivas que fundamentem sua posição. E vão impedir que eu altere meu documento para dizer que agora sou cristão."

Ore:
• Por força e proteção para os cristãos egípcios que enfrentam violência e ameaças de morte;
• Por sabedoria e coragem para os líderes da Igreja no Egito que trabalham no apoio aos muçulmanos convertidos;
• Por mudança da lei egípcia para estabelecer verdadeira liberdade religiosa.

Nigéria
Embora a Constituição da Nigéria garanta a liberdade religiosa, 12 estados do Norte aplicaram a lei islâmica nos últimos dez anos. Repetidas eclosões de violência étnica e religiosa destruíram várias igrejas e muitas pessoas morreram.

"Um dia, grupo de muçulmanos furiosos veio e destruiu nossa igreja. Ninguém nos protegeu. Ninguém! Em vez disso, as autoridades disseram que tínhamos sete dias para derrubar a igreja. Não temos proteção, não temos voz. Às vezes nos sentimos sem esperança. Mas sabemos que Deus tem um plano que poderia se realizar através do apelo de outros. Talvez eles ouçam a voz de pessoas ao redor do mundo. Você tem o direito de falar. Eu quero o direito de crer e de adorar a Deus em paz."

Ore:
• Por conforto e cura para os cristãos nigerianos que perderam seus familiares ou foram feridos por conta da violência religiosa;
• Por força, para que os cristãos consigam perdoar seus perseguidores e compartilhar o amor de Cristo com eles;
• Por sabedoria e coragem aos líderes da Igreja nigeriana que enfrentam oposição de extremistas islâmicos.