segunda-feira, 30 de abril de 2012

Chega de Tropeços!


Deus, eu quero abrir a boca pra falar coisas que prestem, pra derrubar gigantes e cantar um louvor. Deus, eu quero que os meus olhos vejam coisas puras, e que nas impuras eles abominem. Deus, eu quero que os meus ouvidos ouçam coisas boas, coisas que acrescentam e tudo que possa me fazer crescer, tudo que me deixe ter um relacionamento mais afinado contigo. Deus, quero que as minhas mãos sejam tão limpas, que onde eu as tocar, coisas sobrenaturais possam acontecer. Quero pés preparados para a santidade; quero impactar lugares que eu entrar; quero que as pessoas não me vejam como “crentinha”, mas como uma jovem que faz diferença nas atitudes e não somente nas palavras que escreve. Elas não fazem sentido quando não são vividas. Eu quero tentar hoje de novo, e se eu errar, Deus querido, me permita tentar de novo.